Decorar + harmonia = Bem Estar

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Yin e Yang

TODOS SOMOS ASSIM... 
TEMOS O POSITIVO E O NEGATIVO... 
O NOSSO EU-SOMBRA E O NOSSO EU-LUZ!
 PRECISAMOS CONHECER A NÓS MESMOS,
 POIS NO FUNDO SOMOS TODOS IGUAIS: 
NO FUNDO QUEREMOS SER FELIZ!
( Carmelo Barata)
MEU YIN E MEU YANG



sábado, 25 de junho de 2011

Quem feri guarda em si o potencial de ser ferido!

Quem feriu você já feriu e já passou...
Lá na frente encontrará o inevitável reto...rno e pelas mãos de outrem será ferido também.
A vida se encarregará de dar-lhe o troco e você, talvez, nem jamais fique sabendo.
O que importa de verdade é o que você sentiu e, mais importante, é o que ainda você sente:
Mágoa? Rancor? Ressentimento? Ódio?
Você consegue perceber que esses sentimentos foram escolhidos por você?
Somos nós que escolhemos o que sentir diante de agressões e de ofensas.
Quem nos faz o mal é responsável pelo que faz, mas NÓS somos responsáveis pelo que sentimos.
Essa responsabilidade tem a ver com o Amor que devemos e temos que sentir por nós mesmos.
O ofensor fez o que fez e o momento passou, mas o que ficou aí dentro de você?
MÁGOA- Você sabia que de todas as drogas ela é a mais cancerígena?
Pela sua própria saúde,jogue-a fora.
RANCOR- Ele é como um alimento preparado com veneno irreconhecível: dia mais, dia menos, você poderá contrair doenças de cujas origens nem suspeitará.
RESSENTIMENTO- Pois imagine-se vivendo dentro de um ambiente constantemente poluído, enfumaçado, repleto de bactérias e de incontáveis tipos de vírus: é isso que seu coração e seus pulmões estão tentando agüentar.
Até quando você acha que eles vão resistir?
ÓDIO- Seus efeitos são paralisantes. Seu sistema imunológico entrará em conflito com esse veneno que com o tempo poderá colocar você face a face com a morte e talvez muito tarde você venha a perceber que melhor seria ter deixado que seu agressor colhesse os frutos do próprio plantio.
Por seu próprio Bem e pelo seu Bem, perdoe...
O perdão o libertará e o fará livre para ser feliz!
Esqueça o mal que lhe foi feito.
Deixe que seu ofensor lembre-se dele através das conseqüências com que, certamente, virá a arcar.
Mude seu destino ... seja o comandante da sua nau!
Escolha o melhor caminho para sua "viagem."
E se outras vezes o ferirem, perdoe ...Perdoe ...
Como Cristo perdoou os que o crucificaram.
Paz e Luz pra você!

(autor desconhecido)

SER CHIQUE SEMPRE

Nunca o termo "chique" foi tão usado para qualificar pessoas como nos
dias de hoje.

A verdade é que ninguém é chique por decreto. E algumas boas coisas da
vida, infelizmente, não estão à venda. Elegância é uma delas.
Assim, para ser chique é preciso muito mais que um guarda-roupa ou
closet recheado de grifes famosas e importadas. Muito mais que um belo
carro Italiano.

O que faz uma pessoa chique, não é o que essa pessoa tem, mas a forma
como ela se comporta perante a vida.

Chique mesmo é quem fala baixo.
Quem não procura chamar atenção com suas risadas muito altas, nem por
seus imensos decotes e nem precisa contar vantagens, mesmo quando
estas são verdadeiras.

Chique é atrair, mesmo sem querer, todos os olhares, porque se tem
brilho próprio.

Chique mesmo é ser discreto, não fazer perguntas ou insinuações
inoportunas, nem procurar saber o que não é da sua conta.

É evitar se deixar levar pela mania nacional de jogar lixo na rua.

Chique mesmo é dar bom dia ao porteiro do seu prédio e às pessoas que
estão no elevador.
É lembrar-se do aniversário dos amigos.

Chique mesmo é não se exceder jamais!
Nem na bebida, nem na comida, nem na maneira de se vestir.

Chique mesmo é olhar nos olhos do seu interlocutor.

É "desligar o radar", "o telefone", quando estiver sentado à mesa do
restaurante, prestar verdadeira atenção a sua companhia.

Chique mesmo é honrar a sua palavra, ser grato a quem o ajuda,
correto com quem você se relaciona e honesto nos seus negócios.

Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer, ainda que você
seja o homenageado da noite!

Chique do chique é não se iludir com "trocentas" plásticas do
físico... quando se pretende corrigir o caráter: não há plástica que
salve grosseria, incompetência, mentira, fraude, agressão,
intolerância, ateísmo...falsidade.

Mas, para ser chique, chique mesmo, você tem, antes de tudo, de se
lembrar sempre de o quão breve é a vida e de que, ao final e ao cabo,
vamos todos terminar da mesma maneira, mortos sem levar nada material
deste mundo.


Portanto, não gaste sua energia com o que não tem valor, não
desperdice as pessoas interessantes com quem se encontrar e não
aceite, em hipótese alguma, fazer qualquer coisa que não lhe faça bem,
que não seja correta.

Lembre-se: o diabo parece chique, mas o inferno não tem qualquer glamour!

Porque, no final das contas, chique mesmo é Crer em Deus!

Investir em conhecimento pode nos tornar sábios... mas, Amor e Fé nos
tornam humanos!

GLÓRIA KALIL.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Tortinhas de Frango Especial

 Autor:  Etti



Ingredientes


  • 6 fatias de pão de forma integral
  • 2 colheres (sopa) de óleo
  • 1 cebola pequena picada
  • 3 dentes de alho picados
  • 600g de peito de frango em tirinhas
  • 2 colheres (sopa) de Mostarda ETTI
  • 3 colheres (sopa) de Molho Inglês ETTI
  • 1 embalagem de creme de leite (200g)
  • Salsinha picada a gosto
  • Tempero para Aves, Peixes, Legumes e Saladas ETTI a gosto
  • 2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado

Modo de preparo

1
Forre 6 tigelinhas untadas (8cm de diâmetro) com o pão. Reserve.
2
Aqueça o óleo e refogue a cebola e o alho. Acrescente o frango e frite bem até dourar bem.
3
Junte os demais ingrediente

Desatando os nós!

Que tal a gente tomar coragem para
desatar os nós que amarram nossas vidas?

Pelo menos, podemos tentar...

Não vai ser fácil... Sabemos que hábitos
são verdadeiros "nós cegos"...
Não se sabe onde começam nem como terminam...

Atrás dos hábitos se escondem nossas
verdadeiras carências afetivas...
E os hábitos que foram criados para
compensá-las, acabam por nos impedir de
que as enxerguemos com clareza.
Que nó danado!

Aí a pessoa se apressa, faz aquele regime
maluco e consegue perder até a alma...
ou pára de fumar aqueles três maços de
cigarros do dia, ou de beber a garrafinha
escocesa da noite... até se afasta daquela
pessoa que só traz dores de cabeça...
Que maravilha!!!

Mas, passado um tempo, volta tudo a ser
como antes...
E o nó vai ficando pior ainda, né?

De tudo que tenho visto, o mais
interessante e simples a seguir é a:
a receita do Nenê:

Acordar cantando...
(não vale chorar nem acordar a casa
toda, né?)...

Espreguiçar-se bastante, antes de
se levantar da cama...
(ainda lembra o que é?)...

Pegar todo dia o solzinho da
manhã, de preferência, acordando
mais cedo para uma caminhada
sem pressa...

Mostrar que quem a gente ama é
muito importante para nós...

Pedir colinho, sempre que possível
(às vezes, a gente tem que dar também)...

Beber muita água e fazer muito
"xixi".

Fazer primeiro, para receber
depois: muito dengo e carinho...
MIAAAAAU!!!!

Confiar e amar quem a gente
ama, cada vez mais...

Ignorar todos os chatos que
não gostam de criança, de flor, de
carinho, (de e-mail), e de nós...

Dar atenção a todos que se
aproximam de nós, mesmo a quem
acabamos de conhecer...

Adorar ouvir o que as pessoas
(que a gente ama) falam ou
respeitar o que fazem...

Sorrir para todos e para a gente
mesmo... E rir, rir, mas rir muito,
sempre que não tiver motivo pra
chorar...


Vamos experimentar!?
Depois de um tempo, você vai
esquecer ou me perguntar:

Cadê o nó?

Autora Angela Moura

A crença é o caminho do covarde

 

Uma vez um novato perguntou a um mestre zen: "Mestre, qual é o primeiro princípio?"
Sem hesitação o mestre replicou: "Se eu lhe dissesse, ele se tornaria o segundo princípio".
O primeiro princípio não pode ser dito. A coisa mais importante não pode ser dita, e o que pode ser dito não será o primeiro princípio. No momento em que a verdade é proferida, ela se torna uma mentira; o próprio ato de proferi-la é uma falsificação.

Assim, todas as escrituras de todas as religiões só contêm o segundo princípio, não o primeiro princípio. Elas contêm mentiras, não a verdade, porque a verdade não pode estar contida em nenhuma palavra, qualquer que ela seja. A verdade só pode ser conhecida por meio da experiência. A verdade pode ser vivida, mas não há um modo de se dizê-la.

A palavra é um eco muito, muito distante da experiência real. Ela está tão distante do real que é mesmo pior do que o irreal porque pode lhe dar uma falsa confiança. Pode lhe oferecer uma falsa promessa. Você pode acreditar nela, e esse é o problema.

Se você começa a acreditar em algum dogma, você vai continuar não alcançando a verdade. A verdade tem de ser conhecida por experiência. Nenhuma crença pode ajudá-lo nesse caminho; todas as crenças são barreiras.

Todas as religiões são contra a religião — tem de ser assim pela própria natureza das coisas. Todas as igrejas são contra Deus. As igrejas existem porque preenchem uma certa necessidade. A necessidade é que as pessoas não querem fazer nenhum esforço; elas querem expedientes fáceis. A crença é um expediente fácil.

O caminho para a verdade é difícil; é uma tarefa penosa. É preciso passar pela morte total — é preciso destruir completamente o próprio eu; só assim se dá o novo nascimento. A ressurreição só vem depois da crucificação.

Para evitar a crucificação nós criamos crenças. Crenças custam muito pouco. Você pode acreditar e permanecer a mesma pessoa. Pode seguir adiante acreditando, e não se exige nenhuma mudança básica em seu padrão de vida. Não exige nenhuma mudança em sua mente e, a menos que sua mente mude, a crença não passa de um brinquedo.Você pode brincar com ela, pode se enganar com ela, mas ela não vai alimentá-lo.

Pense numa criança que esteja brincando no jardim de casa, brincando com leões imaginários e, de repente, ela tem de encarar um leão de verdade que fugiu do zoológico. Agora ela não sabe o que fazer. Está aterrorizada e fora de si. Está paralisada; não consegue nem mesmo correr. Ela estava totalmente à vontade com o imaginário, mas com o real ela não sabe o que fazer.

Essa é a situação de todos os que seguem brincando com crenças, conceitos, filosofias, teologias. Fazem perguntas só por fazer. A resposta é a última coisa em que estão interessados. Eles não querem a resposta. Continuam brincando com as perguntas, e cada resposta os ajuda a criar novas perguntas. Cada resposta não passa de um trampolim para mais questões.

A verdade não é uma pergunta. É uma jornada! Não é intelectual. Ela é existencial. A inquirição é uma aposta, uma aposta com sua vida. É preciso muita coragem. A crença não precisa de coragem. A crença é o caminho do covarde. Se você for um cristão, um hindu ou um maometano, você é um covarde. Você está evitando o leão real, está fugindo do leão real.

Se você quer enfrentar o real, então não há necessidade de ir a qualquer igreja, não é preciso procurar nenhum padre, porque o real o rodeia por dentro e por fora. Você pode enfrentá-lo — ele já está ali.

Osho, em "Zen: Sua História e Seus Ensinamentos"
Imagem por nasrulekram

Realmente o que é verdade!?

REFLEXÃO/VERDADE: RELATIVA OU ABSOLUTA?

Fora do terreno dos fatos simples e verificáveis, a certeza "Estou certo e você errado" é perigosa para os relacionamentos pessoais, bem como para as interações entre países, tribos, religiões, e assim por diante.
No entanto, se o fato de sustentarmos que estamos certos e os outros errados é uma das maneiras que o ego tem de se sentir fortalecido, se é um distúrbio mental que perpetua a separação e o conflito entre os seres humanos, isso significa que não existem comportamentos, atos nem credos certos ou errados? E não seria isso o relativismo (a crença de que não existe uma verdade absoluta para guiar o comportamento humano) que alguns ensinamentos cristãos contemporâneos consideram o grande mal da nossa época?
A história do cristianismo é um exemplo básico de como a crença de que estamos na isolada posição de detentores da verdade, ou seja, certos, pode corromper nossas ações e nossos comportamentos ao ponto da insanidade. Durante séculos, torturar e queimar pessoas vivas, caso sua opinião divergisse até mesmo da forma mais superficial da doutrina da Igreja ou de interpretações estreitas das Escrituras (a "verdade"), eram consideradas atitudes corretas porque as vítimas estavam "erradas". Elas estavam tão equivocadas que precisavam ser mortas. A verdade tinha mais importância do que a vida humana. E o que era a verdade? Uma história em que todos tinham de acreditar, ou seja, um punhado de pensamentos.
No grupo de um milhão de pessoas que Pol Pot, o ex-ditador do Camboja, mandou matar encontravam-se todos os que usavam óculos. Por quê? Porque, para ele, a interpretação marxista da história era a verdade absoluta, e, de acordo com sua versão da verdade, aqueles que usavam óculos pertenciam à classe instruída - eram os burgueses, os exploradores dos camponeses. Eles precisavam ser eliminados para dar espaço a uma nova ordem social. A verdade dele era também um punhado de pensamentos.
A Igreja Católica e outras religiões estão certas quando apontam o relativismo como um dos demônios do nosso tempo. No entanto, não encontraremos a verdade absoluta se a procurarmos onde ela não está: em doutrinas, ideologias, conjuntos de leis ou histórias. O que todas essas coisas têm em comum? Elas se constituem de pensamentos. Na melhor das hipóteses, o pensamento indica a verdade, contudo nunca / a verdade. É por isso que os budistas dizem que "o dedo apontando para a Lua não é a Lua". Todas as religiões podem ser falsas e verdadeiras, dependendo de como as usamos. Cabe a nós colocá-las a serviço do ego ou da verdade. Se acreditamos que apenas nossa religião é a verdade, nós a estamos utilizando em prol do ego. Empregado dessa maneira, o credo torna-se uma ideologia e cria uma sensação ilusória de superioridade assim como de divisão e conflito entre as pessoas. Quando trabalham para a verdade, os ensinamentos religiosos representam pontos de sinalização ou mapas que pessoas conscientes deixam no caminho para nos ajudar a despertar espiritualmente, isto é, a nos tornarmos livres da identificação com a forma.
Existe apenas uma verdade absoluta, e todas as outras verdades emanam dela. Quando a encontramos, nossas ações acontecem em sintonia com ela. A ação humana pode refletir a verdade ou a ilusão. Será que é possível colocar a verdade em palavras? Sim, porém as palavras não são a verdade. Elas apenas a indicam.
A verdade é inseparável de quem nós somos. Sim, você / a verdade. Sempre que a procurar em outro lugar, acabará decepcionado. O próprio Ser que é você é a verdade. Jesus tentou mostrar isso quando disse: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida." Essas palavras são um dos mais poderosos e diretos indicadores da verdade desde que entendidas corretamente. Se mal interpretadas, tornam-se um grande obstáculo. Jesus fala do Ser mais interior, da essência da identidade de cada homem ou mulher -na verdade, de toda forma de vida. Ele se refere à vida que nós somos. Alguns místicos cristãos chamam isso de "o Cristo interior"; os budistas o denominam "natureza de Buda"; para os hinduístas, é o atmã, a essência divina. Quando entramos em contato com essa dimensão que trazemos dentro de nós - e isso é nosso estado natural, e não uma conquista milagrosa -, todas as ações que praticamos e os relacionamentos que estabelecemos refletem o estado de unificação com a Vida Única que sentimos em nosso interior. Isso é amor. Leis, mandamentos, normas e regulamentos são necessários para aqueles que estão separados de quem eles são, da sua verdade interna. Essas regras destinam-se a evitar os piores excessos do ego, porém, em geral, não são capazes sequer de fazer isso. "Ame e faça o que quiser", disse Santo Agostinho. As palavras não conseguem chegar mais perto da verdade do que isso.
______________________________________________________________________________
Texto do livro “UM NOVO MUNDO” – “O DESPERTAR DE UMA NOVA CONSCIÊNCIA”
© Autor: Mestre Espiritual Eckhart Tolle – Editora  SEXTANTE

Saiba quais são as atitudes que drenam nossas energias

Atitudes que drenam nossas Energias


1. Pensamentos obsessivos – Pensar gasta energia, e todos nós sabemos disso. Ficar remoendo um problema cansa mais do que um dia inteiro de trabalho físico. Quem não tem domínio sobre seus pensamentos – mal comum ao homem ocidental, torna-se escravo da mente e acaba gastando a energia que poderia ser convertida em atitudes concretas, além de alimentar ainda mais os conflitos. Não basta estar atento ao volume de pensamentos, é preciso prestar atenção à qualidade deles. Pensamentos positivos, éticos e elevados podem recarregar as energias, enquanto o pessimismo consome energia e atrai mais negatividade para nossas vidas.

2. Sentimentos tóxicos – Choques emocionais e raiva intensa também esgotam as energias, assim como ressentimentos e mágoas nutridos durante anos seguidos. Não é à toa que muitas pessoas ficam estagnadas e não são prósperas. Isso acontece quando a energia que alimenta o prazer, o sucesso e a felicidade é gasta na manutenção de sentimentos negativos. Medo e culpa também gastam energia, e a ansiedade descompassa a vida. Por outro lado, os sentimentos positivos, como a amizade, o amor, a confiança, o desprendimento, a solidariedade, a auto-estima, a alegria e o bom-humor recarregam as energia e dão força para empreender nossos projetos e superar os obstáculos.

3. Maus hábitos, falta de cuidado com o corpo – Descanso, boa alimentação, hábitos saudáveis, exercícios físicos e o lazer são sempre colocados em segundo plano. A rotina corrida e a competitividade fazem com que haja negligência em relação a aspectos básicos para a manutenção da saúde energética.

4. Fugir do presente – As energias são colocadas onde a atenção é focada. O homem tem a tendência de achar que no passado as coisas eram mais fáceis: “bons tempos aqueles!”, costumam dizer. Tanto os saudosistas, que se apegam às lembranças do passado, quanto aqueles que não conseguem esquecer os traumas, colocam suas energias no passado. Por outro lado, os sonhadores ou as pessoas que vivem esperando pelo futuro, depositando nele sua felicidade e realização, deixam pouca ou nenhuma energia no presente. E é apenas no presente que podemos construir nossas vidas.

5. Falta de perdão – Perdoar significa soltar ressentimentos, mágoas e culpas. Libertar o que aconteceu e olhar para frente. Quanto mais perdoamos, menos bagagem interior carregamos, gastando menos energia ao alimentar as feridas do passado. Mais do que uma regra religiosa, o perdão é uma atitude inteligente daquele que busca viver bem e quer seus caminhos livres, abertos para a felicidade. Quem não sabe perdoar os outros e si mesmo, fica “energeticamente obeso”, carregando fardos passados.

6. Mentira pessoal – Todos mentem ao longo da vida, mas para sustentar as mentiras muita energia é gasta. Somos educados para desempenhar papéis e não para sermos nós mesmos: a mocinha boazinha, o machão, a vítima, a mãe extremosa, o corajoso, o pai enérgico, o mártir e o intelectual. Quando somos nós mesmos, a vida flui e tudo acontece com pouquíssimo esforço.

7. Viver a vida do outro – Ninguém vive só e, por meio dos relacionamentos interpessoais, evoluímos e nos realizamos, mas é preciso ter noção de limites e saber amadurecer também nossa individualidade. Esse equilíbrio nos resguarda energeticamente e nos recarrega. Quem cuida da vida do outro, sofrendo seus problemas e interferindo mais do que é recomendável, acaba não tendo energia para construir sua própria vida. O único prêmio, nesse caso, é a frustração.

8. Bagunça e projetos inacabados – A bagunça afeta muito as pessoas, causando confusão mental e emocional. Um truque legal quando a vida anda confusa é arrumar a casa, os armários, gavetas, a bolsa e os documentos, além de fazer uma faxina no que está sujo. À medida em que ordenamos e limpamos os objetos, também colocamos em ordem nossa mente e coração. Pode não resolver o problema, mas dá alívio. Não terminar as tarefas é outro “escape” de energia. Todas as vezes que você vê, por exemplo, aquele trabalho que não concluiu, ele lhe “diz” inconscientemente: “você não me terminou! Você não me terminou!” Isso gasta uma energia tremenda. Ou você a termina ou livre-se dela e assuma que não vai concluir o trabalho. O importante é tomar uma atitude. O desenvolvimento do auto-conhecimento, da disciplina e da terminação farão com que você não invista em projetos que não serão concluídos e que apenas consumirão seu tempo e energia.

9. Afastamento da natureza – A natureza, nossa maior fonte de alimento energético, também nos limpa das energias estáticas e desarmoniosas. O homem moderno, que habita e trabalha em locais muitas vezes doentios e desequilibrados, vê-se privado dessa fonte maravilhosa de energia. A competitividade, o individualismo e o estresse das grandes cidades agravam esse quadro e favorecem o vampirismo energético, onde todos sugam e são sugados em suas energias vitais.




 Fonte : www.bemviver.org

Houvimos falar muito no ano de 2012 , porque seria?

PORQUE 2012




Qual a importância do ano 2012?
O solstício de verão do hemisfério sul do ano de 2012 indica o fim de uma era e um novo começo.
Marca o fim de um ciclo astrológico de 26 mil anos e o começo de um novo ciclo.
É também o começo de um período de 20 anos de transição.
Uma nova energia já começou a chegar na Terra, em uma preparação para a aguardada mudança – e uma enorme quantidade de luz será derramada sobre todos nós em 2012.
A Senhora Gaia, o grande anjo que toma conta de nosso planeta, decretou que a Terra e todos os que nela habitam devem elevar sua consciência, então se você estiver preparado, terá uma extraordinária oportunidade de crescimento espiritual, uma chance única em muito, muito tempo. Você tem sido preparado para este momento por centenas de anos.
Por que esta mudança irá ocorrer em 2012?
A cada 26 mil anos, ou 25.920 para ser mais exato, acontece um raro e extraordinário alinhamento astrológico entre a Terra, o Sol e a Via Láctea, quando o tempo pára por um momento. Isso é conhecido como um momento cósmico, um período de milagres e do desconhecido, quando acontecem coisas além da compreensão humana.
Os planetas Netuno, Urano e Plutão estarão configurados para interagirem.
A esperada aceleração espiritual talvez aconteça de forma lenta para a percepção humana, mas em termos cósmicos será muito rápida.
Escrituras antigas em sânscrito descrevem este momento cósmico como a pausa entre a inspiração e a expiração de Brahman, ou Deus.
Netuno representa a espiritualidade elevada, Urano significa mudança e Plutão é transformação – quando estas energias estiverem trabalhando juntas, causarão um enorme impacto no nosso planeta.
Isso oferece o potencial para uma enorme mudança de consciência e estamos recebendo orientação para usar estas energias elevadas com sabedoria.

( )

Jeitos de deixar a casa gostosa! Hum... ai que delica!

A casa é seu território, seu espaço de expressões, livre de julgamentos.
Por isso, nada mais certo do que montá-la respeitando seus gostos, personalidade e ritmo. Sugerimos os passos fundamentais para você viver feliz....

Uma base neutra favorece misturas Numa decoração colocar tons neutros  te da a possibilidade de arrojar em detalhes não te cansando com o tempo de sua decoração....

Conforto individual
Uma decoração não deve ser so bela e impessoal tem que atender ao conforto tanto estetico como fisico de quem vai utilizar aquele ambiente , com sua cultura e gosto....

Símbolos de fé
Não importa qual seja a sua religião, tenha por perto as imagens que lhe transmitem confiança, paz e esperança...


Heranças de valor sentimental

A manta de crochê bordada pela sua avó e a louça que frequentou a casa de sua mãe têm lugar na sua decoração. Encontre a melhor forma de usá-las para que todos possam vivenciar essas histórias de família.

Essas são algumas dicas de como transformar sua casa num ninho de Amor!

A MELANCOLIA

               tristeza1[1]

         Sabeis por que uma vaga tristeza se apodera por vezes de vossos corações, e vos faz sentir a vida tão amarga? É o vosso Espírito que aspira à felicidade e à liberdade, mas, ligado ao corpo que lhe serve de prisão, se cansa em vãos esforços para escapar. E, vendo que esses esforços são inúteis, cai no desânimo, fazendo o corpo sofrer sua influência, com a languidez, o abatimento e uma espécie de apatia, que de vós se apoderam, tornando-vos infelizes.
          Acreditai no que vos digo e resisti com energia a essas impressões que vos enfraquecem a vontade. Essas aspirações de uma vida melhor são inatas no Espírito de todos os homens, mas não a busqueis neste mundo. Agora, que Deus vos envia os seus Espíritos, para vos instruírem sobre a felicidade que vos está reservada, esperai pacientemente o anjo da libertação, que vos ajudará a romper os laços que mantém cativo o vosso Espírito. Pensai que tendes a cumprir, durante vossa prova na Terra, uma missão de que já não podeis duvidar, seja pelo devotamento à família, seja no cumprimento dos diversos deveres que Deus vos confiou. E se, no curso dessa prova, no cumprimento de vossa tarefa, virdes tombarem sobre vós os cuidados, as inquietações e os pesares, sede fortes e corajosos para os suportar. Enfrentai-os decisivamente, pois são de curta duração e devem conduzir-vos junto aos amigos por quem chorais, que se alegrarão com a vossa chegada entre eles e vos estenderão os braços, para vos conduzirem a um lugar onde não têm acesso às amarguras terrenas.
(O Evangelho Segundo o Espiritismo)

François de Genève -blog Almanaque Cosmorama

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Recomendação para uma vida melhor!

100 RECOMENDAÇÕES PARA A VIDA
(Venerável Mestre Hsing Yün)
1. Descubra seu maior defeito e disponha-se a corrigi-lo.
2. Escolha até 3. Tenha força e sabedoria para resistir às tentações do mundo.
3. Tenha força e sabedoria para resistir às tentações do mundo.
4. Cultive a força da tolerância de forma a compreender, aceitar, assumir responsabilidades, ter determinação e melhorar as circunstâncias externas. Então, passe a cultivar a tolerância pela vida, a tolerância por todos os darmas e a tolerância pelos darmas não-surgidos de maneira a transformar o cultivo da tolerância em força e sabedoria.
5. Aprenda a se adaptar à pressão externa e não se deixe afetar por ela.
três exemplos de vida e determine-se a segui-los.
6. Seja ativo e destemido. Pense antes de agir.
7. Envergonhe-se do que ignora, do que é incapaz, do que o torna impuro e rude.
8. Faça com freqüência algo que toque o coração das pessoas.
9. Sinta-se bem sob qualquer circunstância, siga as condições corretas, esteja sempre livre de aflições e faça tudo com alegria no coração.
10. Ser corajoso e virtuoso é ter a capacidade de admitir os próprios erros.
11. Aprenda a aceitar perdas, falsas acusações, contratempos e humilhações.
12. Não inveje aqueles que praticam boas ações ou dizem boas palavras. Tenha sempre na mente, bondade e beleza.
13. Não empurre os outros para a beira do abismo; ao contrário, dê-lhes espaço para recuar -- um dia eles poderão lhe ajudar.
14. Sirva àqueles que desejam fazer o bem, compartilhe um objetivo. Favoreça os outros e respeite seus anseios.
15. Seja amável e humilde ao relacionar-se com as outras pessoas. Expresse bondade em seu semblante e em sua fala.
16. A capacidade de doar traz abundância verdadeira.
17. Importe-se apenas com o que é certo ou errado; não se fixe em perdas e ganhos.
18. Deixe de lado pensamentos egoístas e dedique-se à justiça, à verdade e ao bem comum.
19. Viaje pelo mundo sob o céu estrelado. Vivencie a prática da procissão de mendicância pelo menos uma vez na vida.
20. Abra mão de todas as suas posses ao menos uma ou duas vezes na vida.
21. A cada quatro ou cinco anos, empreenda uma viagem sozinho.
22. Não se deixe cegar pelo amor. Não se traia por dinheiro.
23. Não bata de frente com as coisas – aprenda a arte de ser sutil.
24. Não há êxito sem persistência, diligência e determinação.
25. Desenvolva autoconfiança, expectativas em relação a si mesmo e metas pessoais.
26. Procure ouvir boas palavras e jamais esqueça o que elas significam.
27. Não desperdice o seu tempo. Faça planos e use o tempo com sabedoria.
28. Seja sempre sensato, pois a sensatez é imparcial e igual para com todos.
29. Lembre-se dos erros cometidos. Tenha-os sempre em mente para não repeti-los.
30. Seja qual for a sua função, desempenhe-a bem. Não olhe para os lados.
31. Faça tudo com boa intenção, verdade, sinceridade e beleza.
32. Não se apegue ao passado. Olhe sempre adiante.
33. Lute sempre pelos seus objetivos e vá longe.
34. Planeje sua carreira, use seu dinheiro com sabedoria, purifique seus sentimentos e não se apegue a fama e riqueza.
35. Desenvolva compreensão e visão corretas. Não se deixe levar cegamente pelos outros.
36. Renuncie a apegos insensatos e aceite a verdade com mente humilde.
37. Não faça intrigas nem espalhe rumores. Não se deixe influenciar por eles.
38. Aprenda a desenvolver sua mente, reformar seu caráter, recuar e dar guinadas na vida.
39. Cultive méritos por meio de doações que estejam de acordo com sua capacidade, função, disposição e condição.
40. Creia profundamente no Darma e contemple todas as virtudes. Nunca faça o mal; pratique sempre o bem.
41. Não culpe os céus nem os outros por sua infelicidade, pois tudo tem sua causa e seu efeito.
42. Pense no bom e belo ao invés de pensar no que é triste e penoso.
43. Conquiste ao menos três tipos de habilitação ao longo da vida, como, por exemplo, para guiar automóveis, cozinhar, digitar, cuidar de enfermos, exercer a medicina, o magistério, o direito, a arquitetura etc.
44. Aprenda a articular bem a fala e a escrita. Aprenda a ouvir, a apreciar, a pensar, a cantar, a pintar e a desenvolver habilidades. Quanto mais se aprende, melhor. Aprenda, ao menos, metade disso tudo.
45. Leia ao menos um jornal por dia, para se manter em dia com o mundo.
46. Leia pelo menos dois livros por mês.
47. Mantenha uma rotina diária.
48. Cultive hábitos regulares de sono e alimentação.
49. Pratique exercícios físicos.
50. Mantenha-se longe de cigarro, álcool, pornografia e drogas. Administre e controle sua própria vida.
51. Pratique meditação por, pelo menos, dez minutos todos os dias.
52. Passe, pelo menos, metade de um dia sozinho, uma vez por semana.
53. Ao menos uma vez por mês, pratique o vegetarianismo, para nutrir seu coração de compaixão.
54. Ajude os outros e faça o bem sem esperar nada em troca.
55. Compartilhe sua alegria e compaixão com os demais.
56. Mantenha a capacidade de se auto-avaliar sob qualquer circunstância.
57. Reze pelos desafortunados, onde quer que você esteja.
58. Seja preciso em suas observações. Considere todos os ângulos e seja tolerante e compreensivo em relação aos outros.
59. Aprecie a vida, cuide dela e não a maltrate jamais.
60. Use seu dinheiro e suas posses com sabedoria. Não desperdice nem gaste demais.
61. Em tempos de alegria, contenha a sua fala; no infortúnio, não despeje sua raiva sobre os outros.
62. Não enalteça seus próprios méritos nem aponte os erros alheios.
63. Não inveje nem suspeite. Méritos advêm das realizações e da ajuda aos outros.
64. Não seja ganancioso em relação às posses alheias, nem mesquinho em relação às suas.
65. Demonstre coerência entre atitude e pensamento. Não seja iluminado na teoria e ignorante na prática.
66. Não fique sempre pedindo ajuda aos outros. Busque ajuda dentro de si mesmo.
67. Faça de sua própria conduta um bom exemplo. Não espere benevolência dos outros, mas de si mesmo.
68. Cultivar bons hábitos é a melhor maneira de manter uma vida íntegra e saudável.
69. É melhor ser não-inteligente do que não-compassivo.
70. A mente otimista é contemplada com um futuro brilhante.
71. Construa seu próprio destino. Corra atrás das oportunidades ao invés de esperar que elas caiam do céu.
72. Controle suas emoções e seu humor: não se deixe levar por eles.
73. Elogio e ofensa fazem parte da vida. Não se apegue a eles – conserve sempre a paz interior.
74. A doação de órgãos ajuda a prolongar a vida além de propiciar recursos para as vidas de outros seres.
75. Ouça o que os outros têm a dizer e anote a essência do que eles dizem.
76. Olhe para si mesmo antes de acusar os outros. Somente uma avaliação honesta de seus méritos e deméritos lhe dá o direito de julgar os demais.
77. Cumpra suas promessas.
78. Não viole o direito dos outros para beneficiar a si próprio. Favorecer os demais, às vezes, é imperioso.
79. Não sinta prazer em ridicularizar os outros. Ao contrário, aprenda a fazê-los felizes.
80. Não critique, por inveja, a benevolência do outro. Respeite-o e siga seu bom exemplo.
81. Não use de traição para obter vantagens.
82. Os privilégios devem, antes de tudo, ser oferecidos às outras pessoas.
83. Aprenda a aceitar as desvantagens. Saiba que, na verdade, elas são vantagens.
84. Não se apegue a perdas e ganhos. Não faça comparações entre o que você e os outros têm ou deixam de ter.
85. Seja sincero, impetuoso e educado.
86. Harmonia, paz e tranqüilidade são a chave para o relacionamento com as pessoas.
87. Respeito, reverência e tolerância são a tríade para manter boas relações com o mundo.
88. A raiva não resolve problemas. Somente uma mente tranqüila e pacífica pode ajudar você a lidar com a vida.
89. Relacione-se com pessoas virtuosas e bons mestres.
90. Não contamine os outros com sua tristeza, nem leve preocupações para a cama.
91. Busque prazer e alegria em tudo o que faz, e transmita isso a todos.
92. Seja grato aos benevolentes e aos que prestam auxílio. Deixe-se tocar por seus atos virtuosos.
93. Dê um toque de serenidade a tudo o que você fizer na vida.
94. Não existe dificuldade ou facilidade absolutas. O esforço transforma dificuldade em facilidade, enquanto a indolência torna o fácil difícil.
95. Ajude seus vizinhos e sua comunidade e participe dos eventos locais. Assim, você se tornará um voluntário da humanidade.
96. Só a humildade gera o bem. A arrogância não traz nada mais que desvantagem.
97. Aproxime-se de mestres virtuosos. Ouça-os, seja leal e não os desacate.
98. Ajudar os outros é ajudar a si mesmo. Ter consideração pelos outros significa cuidar e amar a si próprio.
99. Dê aos jovens oportunidades e ofereça-lhes orientação sempre que necessário.
100. Cuide de seus pais e seja amoroso com eles.--

Saiba oque está por tras de seus Gordura!

A "conveniência" de ser obesa...

Assim, qual é a conveniência de ser obesa? Esta foi a questão pela qual só recentemente eu encontrei a resposta.
Como tantos de vocês, eu tenho me esforçado para ver o meu corpo maravilhoso. Eu somente parei recentemente com este servilismo, quando vieram pelo correio estas revistas de roupas de banho que mostravam homens e mulheres com seus corpos simétricos firmes e atraentes. Eu finalmente liberei a necessidade de examinar cuidadosamente as páginas em busca de queijo cottage como uma forma de me fazer sentir melhor. Mas, a cada vez que eu me olho no espelho e vejo os montículos de gordura que tenho acumulado em volta dos meus tornozelos, cotovelos, joelhos, quadris e em frente do meu abdômen, eu tenho que me lembrar conscientemente do valor deste envoltório protetor.

Eu não amo ainda inteiramente os meus adoráveis punhos e a base das minhas covinhas. E eu tenho inúmeros lapsos no julgamento negativo que me deixam sentindo totalmente depressiva e indigna. Entretanto, mesmo com a falta do amor completo e dos lapsos no julgamento e a depressão, eu sei ainda como ver a conveniência neles, restaurando por meio disto, o meu senso de valor pessoal e de auto-estima. É este processo que quero compartilhar com vocês.

Passo 1: Aceito a minha Criança Interior/Ego (eu me refiro tanto à Criança Interior quanto ao Ego) com relação à proteção física e emocional.
Quando eu me observo no espelho, eu me lembro conscientemente de que a minha criança interior coloca este envoltório em meu corpo porque eu não pude confiar em mim, o Eu, para protegê-la, mantendo as minhas fronteiras pessoais e então criando acordos para manter estas fronteiras. Eu soube que as fronteiras pessoais protegem a criança interior, e os acordos possibilitam a manutenção destas fronteiras pessoais. Uma vez que eu compreendi isto, fui capaz de ver um propósito para a obesidade.
Passo 2: Encontre o propósito para a obesidade.
Assim como colocamos roupas para nos proteger, a nossa criança interior colocará adiposidade extra no corpo para se proteger. A obesidade é como a roupa para a criança interior. Quanto mais assustada, vulnerável e desconfiada ela se sentir em relação a nós, mais gordura (roupas) ela colocará. Assim o que estou dizendo aqui é que quando a nossa criança interior não pode nos confiar em protegê-la, esta criança encontrará uma forma de se proteger e esta forma é colocando gordura.

Passo 3: Encontre a conveniência da obesidade.
Você me ouviu dizer muitas vezes que tudo tem uma conveniência, mas quando isto veio a ser a obesidade, esta conveniência me iludiu por um longo tempo. Não bastava ficar diante do espelho nua e dizer para o meu corpo, "Eu amo você, você é belo", porque eu nunca pude realmente acreditar no que eu estava dizendo. De fato, eu ficava deprimida ao mentir para mim mesma. Eu não amava mais as minhas protuberâncias do que o homem na lua. Se eu fosse verdadeiramente honesta comigo mesma, eu diria que ver estes montículos de robustez me revoltava. Somente ao encontrar a conveniência e o propósito de meus quilos extras, é que pude verdadeiramente honrá-los e respeitar o seu direito de existir em meu corpo, e o meu corpo é o "nosso corpo".

Assim, a conveniência da obesidade era a proteção que ela dava a minha criança interior, e é a forma menos prejudicial de ganhar esta proteção. Eu sabia que ela tinha muitas opções para escolher, e ao escolher a obesidade, ela escolheu a menos prejudicial. O meu Ego poderia ter escolhido a distrofia muscular ou ter se fragmentado em múltiplas personalidades, mas, ao invés disto, ela escolheu a forma menos prejudicial de se proteger. E pessoalmente, eu preferiria lidar com a obesidade do que com múltiplas personalidades ou uma doença que me impedisse de ser livre e ativa.

Há outra parte deste processo, que tem a ver com a Alma, com o Ego, e comigo, o Eu. Esta parte é o conhecimento de que a cada vez que eu não mantenho uma fronteira, a minha criança interior fica ferida. Eu associo a ela como sendo apunhalada no coração com uma faca. A ferida, naturalmente, é uma ferida emocional. Eles dizem que as palavras não ferem, mas isto não é verdade, elas são mais mortais do que as feridas físicas, deixando escaras e dor que levamos por uma existência. Voltando ao ferimento da criança interior, imagine quem está mantendo a faca na maior parte do tempo? Eu estou! A cada vez que não mantenho uma fronteira, não afirmo a minha verdade, não expresso as minhas emoções, eu estou dirigindo este punhal ao coração da minha criança interior. Sem imaginar que ela tenha colocado este envoltório.

Passo 4: Faça acordos em relação a obesidade extra.

Assim, agora que eu compreendo isto, o que eu fiz em relação a isto? Como eu lidei com isto? Bem, em primeiro lugar, eu entrei em um acordo com o meu Ego. Este acordo afirma que eu aceitarei e permitirei que ela mantenha esta gordura em nosso corpo até que ela se sinta segura o suficiente para liberá-la. Eu compreendo que para ela se sentir segura, ela deve ser capaz de confiar em mim em manter as minhas fronteiras pessoais para nos proteger. Eu concordo que eu precisarei adquirir a sua confiança através de minhas ações. Eu não peço a ela apenas para que acredite nisto. Eu concordo em adquirir esta confiança ao manter as minhas fronteiras quando as violações das mesmas ocorrerem. Isto significa expressar a minha verdade no momento, confrontando-me e expressando abertamente as minhas emoções.

Em troca, ela concordou em liberar esta adiposidade protetora de nosso corpo quando ela confiar e se sentir segura o suficiente para fazer isto. Compreende-se que isto será um processo gradual e não imediato. Assim, não há expectativa de minha parte ao acordar em uma manhã e verificar que toda a gordura se foi imediatamente.

Eu também concordo que a cada vez que eu tiver um sentimento negativo sobre a obesidade, eu reafirmarei conscientemente o meu acordo com ela em manter a adiposidade até que ela não necessite mais dela.

Assim, você percebe a conveniência de ser obesa. A conveniência está na habilidade da criança interior em se sentir segura. É o modo de sua criança interior ou do Ego de proteger o seu veículo físico, e ela se desprenderá uma vez que você possa manter as suas fronteiras nas áreas onde a sua criança interior se sentir ainda desprotegida, exposta e vulnerável.

Lembre-se de que o propósito do Ego ou da criança interior para existir, é proteger o seu veículo físico e mantê-lo no corpo, de modo que você possa continuar a sua encarnação e conquistar o crescimento espiritual que a outra parte sua, a sua Alma, deseja. Afinal, não é por isto que você está aqui?



Texto de Jelaila Starr
Tradução: Regina Drumond

20 maneiras de aumentar a sua energia nos dias frios

 
20 maneiras de vc aumentas suas energias
 
 
 

AROMAS QUENTES
Termine seu banho da manhã com uma 'baldada' de óleos essenciais. Em 2 l de água morna, misture uma colher (café) de óleo de amêndoas doces, duas gotas de óleo de gengibre e duas de óleo de palma rosa, para ativar a circulação e hidratar. A fórmula é da aromaterapeuta Sâmia Maluf. Para "aquecer" o ambiente, use num difusor 10 gotas de óleo de tangerina, 10 de canela e 10 de gengibre.

CHÁ DE ESTÍMULO
Quem esquece (ou tem preguiça) de tomar água no frio não pode deixar de tomar chá. A professora de ioga Vanessa De Luca recomenda um chá de gengibre com canela, dois ingredientes estimulantes. A nutricionista Andréa Andrade, da RG Nutri Consultoria, alerta para a importância de manter a hidratação nesta época.

HORA DE MALHAR

Cada um tem uma hora favorita para fazer exercícios. A explicação é o relógio biológico e a secreção de hormônios relacionados a um maior estado de alerta. Preste atenção no seu perfil e obedeça seu horário, seja na manhã ou à tarde. Outra sugestão, do fisiologista Paulo Zogaib, da Unifesp, é fazer atividade física nos horários mais quentes do dia (no inverno, do meio-dia até 14h).



BANHO DE SOL
Dias mais curtos e menos luminosos são uns dos maiores culpados pelo desânimo do inverno. Nessa época, há uma maior liberação de melatonina, o hormônio do sono. Deixar a casa bem iluminada desde cedo é um antídoto, afirma a neurologista Dalva Poyares, do Instituto do Sono da Unifesp. Outra dica é aproveitar o máximo de sol possível. "A energia tem muita relação com a luminosidade. A luz estimula nosso marca-passo de alerta."

PACOTE ANTICÂIMBRA
Aquela contração muscular repentina, de causa desconhecida, mas associada ao esforço do exercício físico, pode aumentar no inverno. Quem tem predisposição deve caprichar numa dieta rica em minerais como sódio, potássio, magnésio e cálcio. Pera, tâmara, papaia, abóbora, camarão e feijão-azuqui são indicados.

RECOMPENSA
A ginástica ajuda a liberar endorfinas, neurotransmissores que têm ação analgésica, anti-inflamatória e que diminuem a ansiedade e o mal estar. Quanto maior o tempo de atividade, maior a liberação da substância, diz o fisiologista Paulo Zogaib, da Unifesp. "Quando não fazemos exercício, a secreção é pequena e nem percebemos os benefícios." Para quem é sedentário, 30 minutos já podem fazer diferença. Quem já faz algum exercício deve tentar diferentes intensidades.


ESFREGA-ESFREGA
No frio, a pele se retrai, o que diminui a disposição. O coreógrafo e bailarino Ivaldo Bertazzo, da Escola do Movimento, reverte isso com um ritual de esfregação. Antes ou depois do banho, use uns seis minutos para escovar o corpo, caprichando nas articulações ou onde sente alguma dor. Você mesmo deve controlar a força das escovadas, para se aquecer sem machucar, dilatando os vasos sanguíneos. "Você fica menos defendido, menos retraído." Prefira escovas de cerdas sintéticas. "Tem uma moda de cerdas naturais, mas elas são piores, ficam sujas."

DESENFERRUJE
A variação de temperatura diminui a elasticidade das articulações, explica o ortopedista Arnaldo José Hernandez, diretor da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte. É por isso que, no frio, acordamos mais travados. Logo que acordar, mexa-se devagar para aquecer músculos e articulações. Se for fazer uma atividade física, o aquecimento deve começar bem mais leve e durar mais alguns minutos do que você está acostumado.



ESCALDA-PÉS
Se seus pés insistem em virar pedras de gelo à noite, jogue-os na água quente. Em três litros de água morna, coloque uma colher (sopa) de óleo vegetal de copaíba, cinco gotas de óleo de gengibre e cinco gotas de óleo de laranja. Deixe bolinhas de gude ou seixos no fundo da bacia, para massagear as solas. Diminui o cansaço e prepara para o sono.

BATE-BATE
Bata com um bastão de madeira no corpo todo: ombros, pescoço e costas. O bastão pode ser um pedaço de cabo de vassoura. Os movimentos devem ser intensos e a força, de acordo com o seu bem-estar. A sugestão, de Ivaldo Bertazzo, é para gerar mais elasticidade na musculatura e deixar ela menos encurtada. Outra ideia é bater os pés no chão como se estivesse sapateando, mas sem sapatos.

ANTIDEPRESSÃO
O aminoácido triptofano, presente em alguns alimentos, é um precursor da serotonina, neurotransmissor que ajuda a regular o humor e dá a sensação de bem-estar e prazer. Se consumimos a substância, aumentamos a quantidade de serotonina no organismo. É quase uma ação antidepressiva. Há triptofano na banana, no chocolate e em cereais integrais, diz a nutricionista Paula Gandin.

AUTOMASSAGEM
Experimente manobras do Do-In para vitalidade (veja os pontos na ilustração ao lado). Comece com dois pontos nas costas (B23 e B52), que ativam os rins. Esses órgãos guardam a vitalidade, na visão da medicina chinesa, diz o mestre de Do-In Juracy Cançado. Com o dorso das mãos, esfregue a área por dois minutos.
Outro ponto fica na sola dos pés (R1). Com o polegar da mão oposta, massageie-o para frente e para trás. O último fica no joelho (E36) e é chamado de três milhas -os chineses dizem que dá energia para correr. Com os dedos e a base das mãos, aperte os pontos e as juntas do joelho por dois minutos.

DOSES DE ENERGIA
Fazer lanchinhos de três em três horas mantém o metabolismo sempre ativo, explica a nutricionista Andréa Andrade.Uma boa forma de fornecer energia ao corpo é consumir carboidratos (barrinhas de frutas, cookies integrais, frutas secas ou naturais). Os integrais são melhores porque são digeridos mais lentamente, o que gera energia contínua, e são ricos em vitaminas do complexo B, importantes para o metabolismo energético.

SEM GORDURA
Quem tem o hábito de comer antes de dormir deve evitar alimentos gordurosos. A sugestão da nutricionista Andréa Andrade é preparar leite desnatado com especiarias, como cravo e canela. "O leite é rico em cálcio e tem triptofano, substância que ajuda no sono, além de ser quentinho e dar um conforto térmico."

CHOQUE TÉRMICO
Essa acorda qualquer um, o difícil é ter coragem. Fique 20 minutos em uma banheira com água a mais ou menos 30 graus. Depois, use o chuveirinho para dar jatos de água gelada no corpo, de baixo para cima, por uns 30 segundos. Quem não tem banheira pode tomar uma ducha gelada no fim do banho, ensina Mariela de Oliveira Silveira, médica do Spa Kurotel. A mudança brusca de temperatura ativa a circulação, aumenta a disposição e a imunidade.

EXPIRE...
Em vez de inspirar mais fundo, tente expirar mais fundo. Faça uma contagem: inspire em três segundos e expire em oito. Faça isso sentado ou deitado, com a coluna ereta, e repita várias vezes. O exercício ajuda a eliminar toxinas do organismo, de acordo com Ivaldo Bertazzo.

DESJEJUM DIFERENTE
Teste receitas energéticas no café da manhã. Que tal um suco feito de gengibre batido com limão e açúcar? O gengibre também pode incrementar a vitamina de frutas. Tente usar iogurte natural em vez de leite. Outra ideia é levar uma banana ao forno com melaço de cana, gergelim e amendoim torrado. A nutricionista Paula Gandin sugere ainda um creme de abacates, que pode ser feito salgado ou doce. "O abacate é mal visto por ser calórico, mas a gordura dele ajuda a diminuir o colesterol."

RESPIRAÇÃO LOCOMOTIVA
Não precisa ser iogue para aproveitar o benefício do bhastrika (respiração de fole), exercício respiratório que acelera os batimentos cardíacos e aquece o corpo. Sente-se com a coluna ereta e inspire e expire o ar rapidamente (imitando o barulho de uma locomotiva). Ao soltar o ar, recolha o abdome para expirar mais rápido. É como uma sanfona acelerada. Faça isso por 30 segundos e volte a respirar normalmente. Se estiver se sentindo bem, pode repetir duas vezes, diz Vanessa De Luca, professora de ioga da YogaFlow.



CARDÁPIO TERMOGÊNICO
Há alimentos que aceleram o metabolismo, são os chamados termogênicos. Estão na lista a pimenta, o café, o chá-verde e o gengibre. "Tente colocar mais pimenta nos pratos de sempre", recomenda a nutricionista funcional Daniela Jobst.

SEM SESTA
Feijoada ou lasanha são mais atrativos no inverno, porque precisamos de mais calorias. Mas, por causa da gordura saturada, são de difícil digestão e dão sono. "A energia do corpo todo é direcionada para a digestão", diz a nutricionista funcional Daniela Jobst. Para matar a vontade de gordura e manter a disposição,coma frutas oleaginosas (nozes, macadâmia) e chocolate meio amargo.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Achados !!!!!!!!!!!

As vezes vemos coisas tão mimosas que poderiamos fazer e ficamos pensando:
- porque oque é mais bacana é oque é comprado e não conseguimos mais colocar nossa mão na massa, colocando carinho num objeto que executamos?
 Porque será que o que é industrializado tem mais valor!?
Será que isso tambem não tem haver com a desvalorização do homem em si!?
Ai vai algumas dicas de lembrancinhas bacanas e mimosas!
Vamos la gente!  Coloquem as mãos na massa e afeto em seus corações!


Olha que Porta lenços engraçadinho!



E esses Pinguins não são demais!

As carteiras que graça e que Divertidas


Basta alguns retalhos , criatividade e dedicação para fazer essa toalha americas que charme!


Olha o estilo dos cães! Posso dizer que CRiatividade é tudooooooooo!

( imagens Blog Martha Stewart )

Lençois divertidos confira!

CURIOSIDADES – LENÇÓIS DIVERTIDOS


É tão bom chegar em casa, depois de um longo dia, colocar o pijama e se acomodar debaixo dos lençóis


 











De certa forma, eles fazem parte da decoração do quarto, por isso é interessante que os lençóis combinem com as cores escolhidas para o ambiente.


 







 Pode ser lençol de algodão egípcio ou um lençol bem simples, o importante é que eles sejam confortáveis e, claro, bonitos! 



Os lençóis que escolhi para postar hoje são bastante inusitados – tem um imitando o corpo humano, outro que protege as mãos do frio… 



Enfim, vamos dar uma olhadinha?








Super bacana né, genteeeeeeeeeee!

Reciclar, inovar é um exercicio que faz tão bem!...

Antes: uma armarinho de aço, desses para colocar remédios em hospitais,pronto socorros e afins.

Dica: você encontra esse tipo de armárinho em bazares beneficientes ou brechós filantrópicos de hospitais, a preço de banana...




Depois:
Numa versão "adulta" , eu faria assim:
 passava um Pintoff (produto químico para tirar toda a tinta da peça, use com luvas, é altamente corrosivo),
deixaria na cor do aço mesmo,
colocava no relento por uma semana,
para ele começar a querer oxidar, e dava-lhe um banho de verniz,
 pigmentado ou não, para ficar com a cara do metal oxidado, mas com um it a mais...e faria um barzinho liindo,



Antes: aquela cômoda antiguinha, mas sem mais atrativos.
E aquele criado mudo idem.


Depois:
 uma cômoda e um criado mudo que são as estrelas da decoração do quarto,
super combinado com o restante das coisas dali.
Nada que uma mão de tinta,
umas duas ou três cores combinando com o quarto,
 uns moldes vazados  não façam....


O que faz um pouco de tinta, paciência e bom gosto, não?
Para você que tem aquele móvel velho (mas que tem qualidade, é estilosinho etc e tals), e está pensando em trocá-lo , que tal dar uma nova olhada neles e quem sabe, uma nova chance ?
Olha só: o criado mudo tava ali, feinho, sem graça, com um vidro nada a ver em cima (até de tamanho maior do que o do móvel), bastou uma pintura criativa e umas rodinhas para deixá-lo com uma cara moderna e muito bonita.Tinta, pincéis e fitas crepe operaram o mliagre....
Olha só o que uma simples troca de tecido pode fazer!
E provavelmente o gasto com tecido e mão de obra de tapeceiro devem ter custado a metade de uma poltrona nova.
E menos árvores foram cortadas, um tapeceiro ganhou dinheiro e gerou empregos, menos um móvel no lixão ou virando fogueira para poluir mais ainda o nosso planetinha!

Uma estantezinha de parade, para cds: com nova pintura e cortina estampada, virou uma peça diferente e bonita.


Dois truques para dar uma cara atual à peças que já estão velhas, detonadas, ou com acabamentos e visual antiquado :
Olha só: vaso e pote com tampa de louça brancos , vaso de plástico imitando cristal, uma pêra(?) e vaso com cara de latão encardido, copo baixo de vidro.
Coisas velhas e feiosas , uma tristeza só...
...Que depois de uma mão bem dada (ou duas) de spray preto fosco, ficaram bonitos e atuais, podendo fazer bonito em qualquer decoração.
E isso pelo custo de uma latinha de spray ...

Uma bandeja, feita com uma porta de armarinho de cozinha: De preferência uma porta que tenha aquela "borda" mais elevada, formando uma moldura.Depois de lixada e pintada, recebeu as alças (você compra em lojas de ferragens, de fechaduras e puxadores ou acessórios para marceneiros) e uma aplicação em adesivo de vinil , que pode ser feito em qualquer grafica digital ou empresa de sinalização.E pronto:
Só falta colocar as bebidinhas e servir .....

( blog CasaCoisas&Tal -)
Acredito que : 
Reciclar é preciso e  prazeiroso!!
A natureza agradece (e o seu bolso também!!)!!
Alem de se distrair ao fazer essas artes, ficamos em  paz e nos alegrando quando vemos o resultado!
Vale a pena tentar a reciclar!
(Ana Braga)

Pensamento tem Poder

"O pensamento tem poder infinito.
Ele mexe com o destino, acompanha a sua vontade.
Ao esperar o melhor, você cria uma expectativa positiva
que detona o processo de vitória.
Ser otimista é ser perseverante, é ter uma fé inabalável
e uma certeza sem limites de que tudo vai dar certo.

Ao nascer o sentimento de entusiasmo, o universo
aplaude tal iniciativa e conspira a seu favor,
colocando-o a serviço da humanidade.
Você é quem escreve a história de sua vida
ao optar pelas atitudes construtivas, você
cresce como ser humano e filho dileto de DEUS.
Positivo atrai positivo.
Alegria chama alegria.

Ao exalar esse estado otimista, nossa consciência
desperta energias vitais que vão trabalhar na
direção de suas metas.
Seja incansavelmente otimista. Faz bem para o corpo,
para a mente e para a alma.
É humano e natural viver aflições, só não é
inteligente conviver com elas por muito tempo.
Seja mais paciente consigo mesmo, saiba entender
suas limitações.

Sem esforço não existe vitória. Ao escolher
com sabedoria viver sua vida com otimismo,
seu coração sorri, seus olhos brilham
e a humanidade agradece por você existir."

Pablo Neruda

Humildade é sinal de coragem

Humildade é sinal de coragem

Por Karla Precioso ( MdeMulher em Bem Estar)

As pessoas geralmente têm um receio enorme em reconhecer as próprias qualidades, não é?
 Muitas se envergonham diante da perspectiva de demonstrar suas habilidades e de assumir o próprio talento. Para elas, a discrição é o melhor caminho.
Mas fazer questão de não ser notada é uma forma sutil de querer, sim, ser vista e reconhecida.
Também já fui assim…
Mas aprendi que posso ser humilde mesmo externando a satisfação de realizar um bom trabalho, por exemplo, e receber aplausos por ele.
Ser humilde, afinal, é ser autêntica.
É não fazer questão de elevar as próprias qualidades, mas também não desejar escondê-las.
E para não partir para a arrogância, basta assumir suas incapacidades, superá-las, reconhecer os seus limites e não se iludir quanto a eles.
Por isso, só é humilde quem tem coragem.
Então, acredite sempre em si mesma.
Elogie, mas, especialmente, se permita também ser elogiada.
Você merece!
Olhe para a frente e se veja grande.
Aceite-se como é, afinal, você é seu maior patrimônio.
Brilhe muito e não aceite menos do que merece.
 Dê o melhor para receber sempre o melhor em troca.
Boa semana e fique com Deus.

Utilize da cor para deixar sua casa mais feliz!

Maria Helena Pugliesi ( Bons Fluidos)
Decoração laranja
Decore com a cor laranja e deixe a sua casa ainda mais feliz
Foto: Divulgação

Atrativa, a cor laranja reflete a alegria. Tempera a casa com peças descontraídas e expressa o desejo de quem quer ser feliz. Sua energia vem de fontes poderosas, como o Sol, que aquece o planeta, e a vitamina da fruta que lhe cede o nome.

Apesar de seu alto astral, na decoração, o laranja deve ser usado com cuidado. "Em grande quantidade, pode tornar o ambiente muito intenso e, no caso do vestuário, sobrecarregar os sentidos de quem os usa", alerta Patrícia Douat Garcia, pesquisadora de cores. Já em doses equilibradas, a tonalidade é mais do que bem-vinda. Uma poltrona já é o suficiente para demonstrar a intenção de ser feliz. Que tal presentear alguém especial com um lindo buquê de rosas cor de laranja? É carinho para ninguém botar defeito.

Decoração em laranja
Laranja: a cor que reflete alegria
Foto: Divulgação

Uma explicação para tamanha vibração está no fato de o laranja ser uma cor secundária e possuir muitos dos atributos de suas cores mãe. "A alegria vem do amarelo, e o calor, do vermelho", explica Patrícia.
 

terça-feira, 21 de junho de 2011

Adesivos de parede, um charme especial ao seu ambiente.


Adesivos são uma forma prática e inovadora para decorar ambientes. Eu particularmente sou fã desta opção para ambientes modernos e irreverentes, e por isso aqui abaixo vão algumas idéias retiradas da publicidade da  I STickI, empresa especializada em adesivos para decoração.

































A sugestão das flores é fantástica. Um tema que agrada e sensibiliza a todos. Uma peça coringa que na maioria das vezes serve para todos os tipo de ambiente, seja ele um hall, quarto, sala de estar, tv ou escritório! Super versátil!

A coleção "fauna e flora" da I-Stick traz a natureza para dentro de casa, harmonizando, alegrando e criando um clima romântico no ambiente. Vale a pena conferir!
























Os adesivos são fáceis de aplicar e deixam ambientes elegantes e sofisticados.