Decorar + harmonia = Bem Estar

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Até quando ? ...

As pessoas choram, ou se lamentam:
Fui roubado, errei, perdi o emprego, menti, sinto culpa pelo que fiz, fui omisso, fui arrogante, tive preconceito, julguei, fui malvado, fui negligente, enganei, não consigo perdoar, tenho medo, falta isso ou aquilo, uma pessoa querida fez a passagem, terminei um relacionamento..
A lista é quase infinita.
Podemos chorar um dia ou uma vida por vários motivos.
E todos têm seus motivos, e na verdade é saudável e natural lamentar ou prantear as perdas.
Mas é importante também avaliar até quando.
De que serve manter os motivos, manter a dor, manter o lamento, o pranto, a não aceitação, revolta e outros sentimentos negativos às vezes até por uma vida inteira?
A não ser para aumentar e criar mais dor e mais sofrimento?
E que beneficio pode ter para a nossa vida ou de qualquer outra pessoa perto de nós mantermos esse padrão por até anos a fio?
Para não trair aqueles a quem magoamos, ou que sofreram por nossa culpa ou engano?
Para ‘pagar’ pelo que fizemos?
Porque a vida é assim?
Porque merecemos?
Fomos ensinados que existe mérito no sofrimento, que os sofredores vão para o céu, que depois de sofrermos coisas boas acontecem, que deus ou o destino decidiu assim, e muitas outras crenças similares.
Algumas vezes podemos nem nos dar conta conscientemente de que estamos ou pensamos assim.
Porém pode ser bem diferente, e cabe a cada um de nós tomar a decisão interna de mudar nosso padrão ou atitude.
Que tal chorar apenas um dia, um breve período, e depois largar, desapegar, e decidir que daqui em diante chega de choro e lamento e partir para novas atitudes?
Isso pode ser feito sozinho, através de uma reflexão ou meditação profunda, pedindo ajuda a algum amigo ou pessoa de confiança, buscando um tratamento ou terapia até - existem muitas opções - mas continuar na mesma vibração indefinidamente não deveria ser uma escolha de vida.
A vida é e pode ser vivida com leveza, suavidade, acolhimento, alegria, abundância, saúde, força, energia e muito mais. Todo o peso emocional negativo pode e deve ser largado, deixado, transmutado, enviado a luz, e todo espaço pode ser preenchido com amor incondicional, aceitação, respeito, bondade e mantendo a decisão interna firme de viver de modo mais leve e feliz.
Dar esse passo é uma decisão e uma escolha consciente.
E essa decisão pode mudar e muito sua vida hoje mesmo e todos os dias daqui para frente.
Que tal?
Com amor,
Liliana Bauermann,

Nenhum comentário: