Decorar + harmonia = Bem Estar

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Ela é irresistível ninguém consegui deixar de come-la! Estou falando da PIPOCA feita de forma inusitadas!

Ela é irresistível ninguém consegui deixar de come-la 

quando senti seu cheirinho!

Estou falando da PIPOCA.

É claro que a saborosa e prática pipoca tem aquele apelo 

ocasional quando combinada com um filme , com um jogo 

de futebol na televisão, em uma festa de criança ou para 

receber amigos...

 Ela nos acompanha  ate quando temos aquela fome a noite!

Seja na forma tradicional com manteiga ou de forma 

inusitada é muito boa!

Só para variar darei receitinhas de pipocas diferentes que 

irão amar!



 Pipoca ao pesto de manjericão
- 3 xícaras (chá) de pipoca já estourada
- 1 xícara (chá) de manjericão
- 1 xícara (chá) de parmesão ralado
¼ xícara (chá) de azeite
-1 colher (chá) de sal
-2 dentes de alho picados




Coloque todos os ingredientes, com exceção da pipoca, no
 liquidificador e bata até obter uma pasta homogênea.
 Em uma vasilha, junte a pipoca e misture bem. Sirva em seguida.

               Pipoca de pizza

-1/4 xícara de azeite de oliva
- 4 colheres de sopa de manteiga
- 3 colheres de sopa de tomate seco picado
- 1/2 colher de chá de orégano seco
- 1/2 colher de chá de alho em pó
- 1/2 colher de chá de cebola em pó
- 1/2 colher de chá de pimenta vermelha em flocos
- 1/4 xícara de queijo parmesão, ralado
- 2 colheres de sopa de manjericão
Derreta a manteiga em uma panela pequena e adicione o tomate seco picado. Derreta por 2-3 minutos.
Em uma tigela pequena, misture orégano, alho e sal, cebola em pó, flocos de pimenta vermelha e reserve.
Regue a pipoca com molho de tomate na manteiga e misture. Polvilhe com a mistura de pizza reservada e acrescente queijo e manjericão. Sirva em seguida.

Pipoca picante







- 3 colheres de sopa de margarina
- 1 colher de café de açafrão da terra
- Pimenta calabresa a gosto
- 1/2 xícara de chá de milho de pipoca
- Sal a gosto


Numa panela grande, derreta a margarina e toste o açafrão e a pimenta.
Junte o milho, misture e abaixe o fogo. Quando estourar a primeira pipoca, aumente o fogo e tampe a panela, mexendo de vez em quando até estourar todas as pipocas.
Transfira para uma tigela, tempere com sal e sirva em seguida.

10.000 visitas ! HUUHUHUHUHUHUHLLLLLLLLLLL

Quem acompanha o blog há algum tempo sabe bem do 

propósito dele, que é dar dicas de como viver melhor em sua casa e com sua vida.

 Por isso, nessa data tão especial de hoje,

 onde estamos alcançando as 10.000 visitas 

não quero falar de como arrumar uma mesa romântica para um


jantar a dois ou de como dar um clima mais intimista a sua decoração. 

Ainda assim, o assunto será amor, mas visto de uma forma diferente.

Quando a gente compra alguma coisa nova, fica tão 

empolgado, dedicado a manter aquele cheirinho de novo pro 
resto da vida.

 mas o tempo vai passando, a empolgação vai diminuindo, 

outras prioridades surgindo e acabamos esquecendo de 

cuidar daquilo que já não está mais com cheirinho de novo, 

certo?

Acontece a mesma coisa com nossa casa. 

A gente arruma tudo, organiza, junta uma graninha e decora 

seus ambientes bem lindinhos, mas com o passar do tempo 

e a correria da nossa rotina, deixamos certas coisas de lado 

e nos acomodamos com a situação. 


Hoje é um ótimo dia para comemorarmos nosso 


blog,pois através das nossas publicações sei que contribuo 


para a vida de vocês dando todo estimulo para deixar sua 


casa e vida mais cuidada e harmoniosa!


Gratidão queridos amigos visitantes . 

Grata pela companhia! <3

Eh, termino com :





Nós sempre precisamos de amigos; gente que seja capaz de

 nos indicar direções, despertar o que temos de melhor e

 ajudar a retirar os excessos que nos tornam pesados.

É bom ter amigos. 


Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais 


distantes de nós mesmos.



Como anda seu fígado? O que pouca gente comenta é que, além de comida, o segundo maior órgão do corpo também metaboliza a energia vital e todas as nossas vivências diárias

Imagine um órgão capaz de executar mais de 500 funções – entre elas a de armazenar e metabolizar os nutrientes que ingerimos.





Esse é o fígado. 

O que pouca gente comenta é que, além de comida, o segundo maior órgão do corpo também metaboliza a energia vital e todas as nossas vivências diárias. 
Uma angústia, um susto, uma notícia bacana, uma maldade, uma surpresa.
 Tudo entra ali. 
Se o fígado funciona bem, ótimo: estamos dispostos, mais alegres. 
Caso contrário, podemos sentir fraqueza, desânimo, tristeza, e até depressão. 
Os gregos antigos já sabiam disso, tanto que Hipócrates, o pai da medicina, cunhou a raiz da palavra melancolia, que quer dizer “bile negra”, referindo-se ao fluido produzido pelo órgão.
 “O fígado tem a ver com nossa vitalidade. 
É ele quem lida com a alimentação bruta, portanto precisamos nos apropriar dessa matéria quando comemos”, afirma Sheila Grande, médica antroposófica do Rio de Janeiro, fi liada à Associação Brasileira de Medicina Antroposófica (ABMA). 
Segundo ela, além dos agrotóxicos, o açúcar refinado é o grande inimigo do fígado.
 Já os alimentos amargos são seus melhores aliados: rúcula, agrião chicória, boldo-do-chile, almeirão. 
“A água é o elemento do fígado, então é preciso não apenas beber água suficiente mas também verificar a qualidade do líquido que ingerimos”, lembra Sheila. 
Quando o desânimo parece estar muito acentuado, a médica sugere um tratamento com magnésio, mineral fundamental para que nossas células gerem energia ao organismo. 
Vale lembrar ainda que o fígado adora um ritmo saudável – isso inclui boas horas de sono e horários regulares de alimentação. 

Bons Fluidos

Você sabe oque é ofurô ? Entenda as diferenças entre banheira e ofurô e escolha o que é ideal para sua casa


Vale explicar a diferença.


 A Banheira é voltado à higiene  corporal, por isso sua 

água é trocada a cada utilização.


 Já o segundo equipamento tem o objetivo de ser usado para
 o relaxamento .

Ofurô geralmente é de madeira e a água é bem quente para 

ajudar em tratamentos .

 Deixando a pessoa tranquila e relaxada.




Ofurô significa banheira em japonês, mas nos rituais

 familiares do país asiático assumem uma função diferente 

da que o equipamento tem em nações ocidentais

. São usados, lá, para banhos de imersão, em que o 

ocupante fica sentado e tem água até a altura do ombro,

 aproximadamente. Podem ser usados por mais de uma 

pessoa ao mesmo tempo e não têm a água trocada a cada 

uso, uma vez que o banho é tomado antes do rito de 

descanso.

Outra característica do ofurô é a temperatura da água, mais

 alta: em geral, entre 36°C e 40°C. 




A banheira, por outro lado, permite instalar acessórios como 

cromoterapia (luzes que mudam de cor) e hidromassagem. 

Banhos de espuma e de sais podem ser tomados em

 ambos os equipamentos.

Como escolher?

 “O primeiro passo é definir o objetivo do usuário:

 se for apenas para banhos relaxantes, o ofurô é ótimo; 

se o objetivo é também a higiene corporal, o indicado é a

 banheira”

Dicas simples para ter uma melhor noite de sono

Geobiologia no quarto de dormir

 


Confira cinco dicas simples para ter uma melhor noite de sono

É incrível a quantidade de pessoas que não dorme bem hoje em dia. E um sono de qualidade é o maior segredo de uma vida saudável, feliz, cheia de energia e vitalidade. Afinal, ter um sono bom é sinônimo de uma vida ótima.


Nosso quarto é o ninho através do qual restauramos nossas energias e revitalizamos o corpo durante a noite. 

 É fundamental, então, que preparemos este lugar com o maior carinho e cuidado.

1 - Diminua a luminosidade



A presença de muita luz pode diminuir nossa capacidade de produção de melatonina, um hormônio fundamental para a regulação das glândulas do organismo, do sistema imunológico e dos ciclos internos do corpo, como dia e noite.

Se houver muita luz da rua entrando em seu quarto, coloque uma persiana ou cortina do tipo "blackout" em sua janela, que deixa o lugar mais escuro.

 Outra alternativa é cobrir as pequenas lâmpadas de modo espera, presentes em aparelhos eletrônicos, como TV e computador, caso você os tenha em seu quarto. Isso pode ser feito com fita adesiva, fita crepe ou um pedaço de fita isolante.

Antes de dormir, mantenha luzes calmas e tranquilas, usando lâmpadas comuns de 40 ou 60 watts, pois elas ajudam a preparar seu corpo para uma boa noite de sono.

2 - Tire os eletrônicos do seu quarto



E por falar em aparelhos, a segunda dica é: livre seu quarto deles!

 Se você quer ter um sono realmente reparador, experimente retirar de seu quarto a televisão, o computador, o aparelho de som e dvd, o computador ou quaisquer outros aparelhos eletrônicos. 
O excesso de campos magnéticos (conhecidos como poluição eletromagnética) no local onde você dorme pode ser responsável por alterações nas fases do sono, inquietação e insônia.

Se não puder (mas sempre podemos) tirar os aparelhos do quarto, temos que retirá-los da tomada, pelo menos. Quando estão conectados, o campo elétrico dos aparelhos continua operando e atrapalhando nosso sono.

3 - Abra as janelas



Deixe o ar circular no seu quarto, pela manhã. Durante a noite nosso corpo libera toxinas, que podem deixar a energia do lugar estagnada. 


Ao abrir as janelas, você renova o ar e, além de eliminar toxinas e germes, ainda ajuda a transmutar e movimentar a energia do seu quarto, deixando-o sempre pronto para o seu descanso.

4 - Verifique a qualidade de seu colchão



Se você já não troca o seu colchão há mais de cinco anos, vale a pena checar se ele não está deformado. 


Na hora da compra, opte pelos materiais naturais como o futon japonês ou aqueles feitos de látex. 
Se possível, evite os colchões de mola, pois eles atraem mais campos elétricos para a cama.
Além disso, as molas são feitas em formato espiral, que estimula a circulação da energia vital. 


No entanto, como o quarto é um local de descanso, o ideal é que esta energia fique mais quieta e calma, nos ajudando a restaurar o corpo ao invés de estimulá-lo em consequência da movimentação da energia provocada pelas molas.

Não use, em hipótese alguma, os colchões terapêuticos feitos com magnetos e ondas infravermelhas.


 Esses materiais não servem para uso constante. Após um tempo, eles deixam de trazer o beneficio terapêutico, devido ao excesso de estímulo.

5 - Cuide bem de seu quarto



Por fim, mas não menos importante, trate seu quarto como um templo de regeneração de seu corpo, emoções, mente e espírito. 


Procure não levar assuntos do dia-a-dia para dentro deste local, como preocupações, contas a pagar, discussões ou brigas. 

Trate dessas questões na sala ou em outras áreas da casa, para que seu corpo sempre associe o quarto com o local de verdadeiro descanso, de ampla regeneração e saúde e de prazeres inigualáveis.

 



 












Desejo a todos sonos maravilhosos e que você

 seja feliz em sua vida!